25.9.06

"... dei-me conta de que tinhamos o mesmo passado, gostasse ou não, essa era a pura verdade. com o passar do tempo acabei por compreender que tinhamos também o mesmo futuro."

"tudo se estraga, tudo se gasta, tudo acaba por deixar de servir, mas a máquina de escrever continua comigo."

"é verão e a manhã que se vê da janela é quente e verde e bela. a máquina de escrever está na mesa da cozinha e as minhas estão na máquina de escrever. letra a letra, vi-a a escrever estas palavras. "

2 de julho de 2000

gosto das mãos grandes do paul auster nas ilustrações de sam messer...

3 comentários:

r. disse...

Parece um mago...

Mushroomdeluxe disse...

ainda estou atrasada... um dia chegarei aí!

T. disse...

Também gosto! Mesmo muito...